buy instagram followers
Pvc yer kaplama
Pvc yer döşemesi
Pvc zemin kaplama
Çekmeköy olan çekmeköy evden eve nakliyat Kartal olan kartal evden eve nakliyat
hd film izle gebze evden eve nakliyat
instagram beğeni satın al instagram takipçi satın al

canli radyo dinle

Bursa yenişehir arsa fiyatları Tesettürspor
Bursa evden eve nakliyat
Jovem pesquisadora apresenta na China projeto na área de transplantes | Liberato

Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha

MoodleConheça nossa fanpage Conheça nosso canal

Jovem pesquisadora apresenta na China projeto na área de transplantes

08/08 2016
Institucional

A jovem cientista brasileira Vitória Müller Gerst representa o Brasil na China Adolescent Science & Technology Innovation Contest (Castic), uma feira de ciências que acontece de 13 a 19 de agosto, em Xangai.

A estudante do Curso Técnico de Química da Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha (Novo Hamburgo/RS), foi vencedora do Prêmio Killing de Tecnologia na Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec), realizada no ano passado. O prêmio viabiliza a participação de um projeto nesse importante evento.

Sobre o projeto
O transplante tem por objetivo garantir a manutenção de determinada função vital. No entanto, a falta de doações gera uma enorme fila, a qual é agravada pelos critérios de compatibilidade entre doador e receptor. Como alternativa ao cenário, surge o processo de descelularização (para implantação de células do receptor), área em que o projeto foi desenvolvido.

Basicamente, a pesquisa buscou desenvolver um novo composto para ser utilizado na descelularização de tecidos e órgãos. Esse processo é baseado na remoção completa dos constituintes celulares do órgão doado, com posterior repovoação por células embrionárias do receptor, reduzindo as chances de rejeição pós-transplante. Como, atualmente, não existe uma solução que concilie a descelularização completa e a manutenção da estrutura do órgão, é que surge a importância do projeto: uma nova alternativa que visa, diretamente, a conciliação desses fatores essenciais para o sucesso da descelularização e, consequentemente, a diminuição considerável das taxas de rejeição em transplantes. A orientação do projeto é da professora Schana Andreia da Silva.

Foto: Vitória recebeu credenciamento à China na Mostratec do ano passado.